GWO BST (PRESENCIAL)

  • 40 Horas de duração
  • 172 Aulas
  • 4 Módulos
  • 3 meses de suporte
Parcele em 12x R$ 190,82 (ou R$ 1.900,00 à vista)
Comprar Agora Dê um passo adiante em sua carreira! Inscrições abertas até 23/12/2020 às 14:41:57
Bombeiro Civil - 18 anos de experiência na área industrial
Marcos Aurélio Pereira

Sobre a Winda/GWO:


A Global Wind Organisation (GWO) é uma organização da cadeia de empresas produtoras de energia eólica, criada para apoiar um ambiente de trabalho padronizado e sem acidentes entre as empresas do setor.
Os módulos são ministrados em um ambiente auditado com diferentes cenários, que oferece as condições ideais para treinamentos práticos seguros.
O Treinamento Básico de Segurança (BST) GWO tem duração de 40 horas e oferece um alto padrão de segurança em 4 áreas, onde, estatisticamente, ocorrem a maior incidência de lesões e os riscos e perigos são reconhecidamente maiores:  

Transporte Manual de Cargas - 04 horas;

Prevenção e Combate a Incêndio - 04 horas;

Primeiros Socorros - 16 horas;

Trabalho e Resgate em Altura (NR-35) - 16 horas.


Sobre a CWSE BRASIL:


  A CWSE BRASIL COMPANY é uma empresa homologada como Centro de Treinamento GWO,  possuindo uma equipe multidisciplinar de instrutores e ampla variedade de EPIs e EPCs de diferentes fabricantes.
As turmas são limitadas a 12 alunos no máximo, com um mínimo de 4 alunos.
O certificado tem validade de 2 anos, sendo registrado e administrado através do website GWO/ WINDA. Os dados dos certificados ficam disponíveis no banco de dados online WINDA para eventuais consultas e comprovações.
Os conteúdos do treinamento BST-GWO respeitam e atendem as seguintes legislações de segurança:

NR 35 – Trabalho em Altura

NR 17 – Ergonomia

NR 23 – Proteção Contra Incêndios.

__________

Consultor de vendas:

Whatsapp: - Clique no ícone para iniciar uma conversa com um de nossos consultores!

(84) 3061-0072

_________

OBS: CURSO INTEIRAMENTE PRESENCIAL DISPONÍVEL APENAS A VENDA PELA PLATAFORMA EAD, CASO O CLIENTE NÃO ESTEJA COM O CARTÃO FÍSICO.

1 mês Sem tempo para fazer o curso agora? Não tem problema.
Você poderá participar desse curso até 1 mês após a matrícula.

A toda força de trabalho voltada a Parque Eólico.

Marcos Aurélio Pereira
"Bombeiro Civil - 18 anos de experiência na área industrial "


Conteúdo Programático

(Conteúdo Presencial)
  • 1. 1. INTRODUÇÃO
  • 2. 1.1. Instruções de segurança e procedimentos de emergencia
  • 3. 1.2. Facilidades
  • 4. 1.3. Introdução
  • 5. 1.4. Âmbito e principais objetivos de aprendizagem
  • 6. 1.5. Avaliação
  • 7. 1.6. Motivação
  • 8. 2. LEGISLAÇÃO / RISCOS / PERIGOS
  • 9. 2.1. Riscos e perigos
  • 10. 2.2. Orientações de primeiros socorros
  • 11. 2.3. Legislação Nacional
  • 12. 2.4. Legislação Nacional
  • 13. 3. ANATOMIA
  • 14. 3.1. As condições de vida para o corpo humano
  • 15. 3.2. Estrutura, funções e sinais - O corpo humano
  • 16. 3.3. E grave doença menor - Sinais, Sintomas e Função
  • 17. 3.4. Uso de anatomia e Primeiros Socorros em situações de emergência
  • 18. 4. GESTÃO DE UM ACIDENTE
  • 19. 4.1. Conscientização de segurança em um situação de emergência
  • 20. 4.2. Gestão de um incidente
  • 21. 4.3. Equipes de resgate de emergência
  • 22. 5. PRIMEIROS SOCORROS SALVA: USANDO O EXAME PRIMÁRIO ("C"- A - B - C)
  • 23. 5.1. Exame primário: "C" - "A" // "B" - "C".
  • 24. 5.2. "C" - Sangramento Crítico
  • 25. 5.3. Especificações técnicas de um DEA
  • 26. 5.4. Procedimentos de segurança - DEA
  • 27. 5.5. Uso correto de um DEA
  • 28. 5.6. Responder
  • 29. 5.7. Sem responder, não respirar
  • 30. 5.8. CPR
  • 31. 5.9. Obstrução de vias aéreas
  • 32. 5.10. Sangramento interno e externo
  • 33. 5.11. O choque
  • 34. 6. EXAME SECUNDÁRIO
  • 35. 6.1. Exame secundário
  • 36. 6.2. Primeiros Socorros - Diferentes tipos de incidentes
  • 37. 6.3. A deterioração de incidentes
  • 38. 6.4. Primeiros socorros psicológicos
  • 39. 7. TREINAMENTO BASEADO EM CENÁRIOS
  • 40. 7.1. Prática técnicas de Primeiros Socorros
  • 41. 8. AVALIAÇÃO
  • 42. 8.1. Resumo
  • 43. 8.2. Avaliação
  • 44. 8.3. Registros de treinamento
(Conteúdo Presencial)
  • 1. 1. INTRODUÇÃO
  • 2. 1.1. Instruções de segurança e procedimentos de emergência
  • 3. 1.2. Facilidades
  • 4. 1.3. Introdução
  • 5. 1.4. Âmbito e principais objetivos de aprendizagem
  • 6. 1.5. Avaliações em curso (de controle)
  • 7. 1.6. Motivação
  • 8. 2. LEGISLAÇÃO
  • 9. 2.1. Legislação Global
  • 10. 3. RISCOS E PERIGOS
  • 11. 3.1. O risco e riscos n indústria de turbinas eólicas
  • 12. 4.1. Anatomia
  • 13. 4.2. Consciência Sintoma
  • 14. 4.3. Métodos de relatórios
  • 15. 5. T.I.L.E. PRINCÍPIO E AVALIAR FATORES AGRAVANTES E RISCOS
  • 16. 5.1. T.I.L.E. Princípio
  • 17. 5.2. Outras medidas de controle
  • 18. 6. SEGURANÇA
  • 19. 6.1. Consequência de manuseio incorreto e comportamento inseguro
  • 20. 7. TÉCNICAS DE LEVANTAMENTO E TREINAMENTO BASEADO EM CENÁRIOS
  • 21. 8. AVALIAÇÃO
  • 22. 8.1. Resumo
  • 23. 8.2. Avaliação
  • 24. 8.3. Registros de treinamento
(Conteúdo Presencial)
  • 1. 1. INTRODUÇÃO
  • 2. 1.1. Instruções de segurança e procedimentos de emergência
  • 3. 1.2. Facilidades
  • 4. 1.3. Introdução
  • 5. 1.4. Âmbito e principais objetivos
  • 6. 1.5. Avaliação em conformidade com o formulário de medidas de controle
  • 7. 1.6. Motivação
  • 8. 2. LEGISLAÇÃO
  • 9. 2.2. Legislação Global
  • 10. 2.2. Legislação nacional
  • 11. 3. INCÊNDIO, COMBUSTÃO E PROPAGAÇÃO DO FOGO
  • 12. 3.1. Tipos de incêndios
  • 13. 3.2. Triângulo de combustão
  • 14. 3.3. A propagação do Fogo
  • 15. 3.4. Gases incêndio
  • 16. 4. EXTINÇÃO DE INCÊNDIOS
  • 17. 4.1. Plano de contingência
  • 18. 4.2. Avaliando o fogo
  • 19. 4.3. Classes de incêndio
  • 20. 5. PREVENÇÃO DE INCÊNDIO
  • 21. 5.1. Riscos de incêndio
  • 22. 5.2. Medidas de prevenção contra incêndio
  • 23. 6. EQUIPAMENTO DE COMBATE AO FOGO EM UM WTG
  • 24. 6.1. Inspeção de pré-uso
  • 25. 6.2. Uso correto de equipamento de combate ao fogo
  • 26. 7. PRÁTICA E TREINAMENTO BASEADO EM CENÁRIOS
  • 27. 7.1. Prática
  • 28. 7.2. Treinamento baseado em cenários
  • 29. 8. AVALIAÇÃO
  • 30. 8.1. Resumo
  • 31. 8.2. Avaliação
  • 32. 8.3. Registros de treinamento
(Conteúdo Presencial)
  • 1. 1. INTRODUÇÃO
  • 2. 1.1. Instruções de segurança e procedimentos de emergência
  • 3. 1.2. Facilidades
  • 4. 1.3. Introdução
  • 5. 1.4. Âmbito e principais objetivos
  • 6. 1.5. Avaliação
  • 7. 1.6. Motivação
  • 8. 2. LEGISLAÇÃO
  • 9. 2.1. Legislação Global
  • 10. 2.2. Legislação Nacional
  • 11. 3. O CHICOTE
  • 12. 3.1. Controle adequado do EPI
  • 13. 3.2. Como aplicar corretamente o chicote
  • 14. 3.3. Como é o processo de aprovação do chicote globalmente (UE, EUA, Reino Unido, etc.)
  • 15. 3.4. Documentação
  • 16. 3.5. Manutenção de EPI
  • 17. 4. SISTEMAS DE QUEDAS VERTICAIS
  • 18. 4.1. Requisitos legais
  • 19. 4.2. Inspeção de usuário
  • 20. 4.3. Conexão correta
  • 21. 4.4. Uso correto
  • 22. 4.5. Aprovação no país correto
  • 23. 4.6. Documentação correta
  • 24. 5. FITAS DE ANCORAGEM (LANYARDS)
  • 25. 5.1. Requisitos legais
  • 26. 5.2. Como apor sistemas
  • 27. 5.3. Indicador de queda
  • 28. 5.4. Quarto cair e um único laynards quedas
  • 29. 5.5. Diferentes lugadores permitidos como pontos de ancoragem
  • 30. 5.6. A importância de sempre usando um sistema de quedas
  • 31. 5.7. Inspeção de usuário
  • 32. 6. MANUTENÇÃO NA POSIÇÃO DE TRABALHO
  • 33. 6.1. Como fixar corretamente a fita de ancoragem (laynard)
  • 34. 6.2. Como usar lanyards (fitas de posicionamento)
  • 35. 6.3. Como anexar lanyards (fitas de ancoragem) corretamente para o chicote
  • 36. 6.4. Os diferentes lugadores permitidos para fixar ou mover ao redor
  • 37. 6.5. A importância do uso de posicionamento de trabalho para deixar as mãos livres para trabalhar
  • 38. 6.6. Inspeção de usuário
  • 39. 7. SISTEMAS DE BACKUP PARA EXERCÍCIOS
  • 40. 7.1. Tipos de sistemas de backup
  • 41. 7.2. Ângulos diferentes que são permitidos
  • 42. 7.3. Como conectar corretamente para o chicote
  • 43. 7.4. Os diferentes lugares é permitido para proteger
  • 44. 7.5. A importância de usar o backup
  • 45. 7.6. Verificação de usuário
  • 46. 8. EXERCÍCIOS PRÁTICOS
  • 47. 8.1. Demonstrar o uso correto dos sistemas
  • 48. 8.2. Demonstrar o uso correto de manutenção na posição de trabalho
  • 49. 8.3. Compreensão geral e utilização de todos os equipamentos
  • 50. 9. OFICINA DE TRABALHO: RISCOS E PERIGOS
  • 51. 9.1. Como usar base de trabalho em altura
  • 52. 10. PROCEDIMENTO DE EMERGÊNCIA
  • 53. 10.1. Conteúdo de um kit de evacução
  • 54. 10.2. Evacuação segura e correta
  • 55. 10.3. Preparar o equipamento para uso
  • 56. 10.4. O comportamento seguro
  • 57. 11. REVISÃO EPI
  • 58. 11.1. As peças individuais do equipamento de EPI
  • 59. 12. DISPOSITIVOS DE SALVAMENTO
  • 60. 12.1. Partes individuais dos diferentes equipamentos de salvamento
  • 61. 13. O TRAUMA DE SUSPENSÃO
  • 62. 13.1. Trauma suspensão
  • 63. 14. EXERCÍCIOS DE SALVAMENTO
  • 64. 14.1. Situações de emergência em turbinas eólicas
  • 65. 14.2. Resgate de forma segura e correta
  • 66. 14.3. Uso correto dos dispositivos de salvamento
  • 67. 14.4. Uso correto de pontos de fixação
  • 68. 14.5. O comportamento correto na escada com EPI
  • 69. 15. AVALIAÇÃO
  • 70. 15.1. Resumo
  • 71. 15.2. Avaliação
  • 72. 15.3. Registros de treinamento
Voltar ao topo